Buscar

Glossário de Hollywood

Atualizado: 3 de Mai de 2018

O mercado americano usa um monte de termos que podem confundir a cabeça de um roteirista. Aqui estão alguns deles.



Conhecer os termos usados por quem compra roteiros é sempre útil. E o mercado americano é o padrão, do qual nossas produtoras replicam muito do léxico utilizado. Para facilitar a vida do roteirista, seguem alguns termos atuais que estão sendo usados em Hollywood, lembrando que a língua é viva e que podem mudar do dia para a noite:


- Feature: É o nosso longa-metragem, feito para o cinema. Tem mais de 80 minutos, mas o mercado toma como aceitável pelo menos 90, o que se traduz em roteiros de no mínimo 90 páginas. O limite é 120, até porque tempo de tela se traduz em custo. Ninguém compra roteiro grande de roteirista iniciante e o mercado tem rechaçado filmes de mais de duas horas. Para filmes BO (baixo orçamento), ou low budget, 90 minutos é o padrão. Vir com um filme indie de duas horas e meia mostra que você não entende nada de mercado e menos ainda de cinema.


- TV Movie: filmes de baixo orçamento feitos para a TV. Geralmente são especiais de natal, projetos que são oriundos de séries e são pensados para a TV aberta, geralmente. São filmes de nicho ou de qualidade "inferior" que não merecem lançamento no cinema. Deles deriva o termo M.O.W. - Movie of the Week, que vem do hábito que a ABC tinha, na década de 1960, de lançar um filme toda quinta à noite. Ainda é um grande filão para roteiristas, especialmente iniciantes. Os roteiros de TV Movie têm cerca de 80 páginas e são vendidos mais barato que roteiros de feature.


- TV Drama: Já entrando na seara da TV, TV Drama são séries em que os capítulos duram 60 minutos (42 minutos mais comerciais), o que se traduz em roteiros de 45-50 páginas. No caso de Premium TV (ver abaixo), pode-se chegar a 60, 62 páginas. NOTA: nunca ofereça um TV Drama com mais de 60 minutos. Game of Thrones pode até fazer episódios de 75 minutos, mas isso não vai rolar com você. Seja realista, megalomania = falta de noção = pouco profissionalismo.


- Premium TV: São as séries com custo de produção elevado e com pinta de cinema, especialmente as que são veiculadas na HBO, na Amazon Prime ou no Netflix. Game of Thrones? Premium TV. O Negócio? Premium TV. Sense 8? Premium TV. Na real, é o sonho de consumo de todo roteirista aficcionado por séries.


- Procedurals: São os procedurais, séries que se baseiam num método repetido em todo episódio. As mais famosas séries procedurais são as policiais (NCIS, Bones, Law And Order) e as médicas (ER, Saint Elsewhere) ou House M.D., que é ao mesmo tempo um procedural policial noir e uma série médica :).


- Serials: São as séries fortemente serializadas, daquelas que não dá para perder episódio: GOT, Breaking Bad, Mad Men e outras. Quase todas as séries Netflix Originals são serials, e o motivo é muito simples: as serials são as que estimulam as maratonas, ou binge watching, como chamam em Hollywood.


- Comedies ou Half-Hour Comedies: São as séries de grade de trinta minutos (22 minutos de conteúdo mais comerciais), as famosas sitcoms (comédias de situação), e basicamente se dividem em multi camera (com claque, muitas câmeras filmando, apenas cenários de estúdio - The Big Bang Theory, Seinfeld) e single camera (mais cinemática, sem claque, gravada com uma câmera só, pode ter cenários externos - Modern Family, Frankie and Grace). Roteiros de sitcom single cam têm 22-32 páginas (sendo por volta de 30 o padrão Netflix) e são no formato Master Scenes. Já roteiros de sitcom multi cam têm formatação específica (espaçamento duplo, ação em maíuscula, pega o modelo no Final Draft que você vê as diferenças) e por isso a razão 1 página = 1 minuto não se aplica, e eles ficam com 52-58 páginas. Leia aqui mais sobre as diferenças entre single cam e multi cam.


- Dramedy: É a mistura de comédia e drama, geralmente criando conteúdos single cam que podem ser em grade de uma hora (Orange Is The New Black) ou de meia hora (Californication). Mas ainda assim, na hora do pitching, você tem que ser claro se vai vender um TV Drama ou uma Half-Hour Comedy, porque isso tem a ver com tempo de tela. Geralmente a sua calibração entre comédia e drama vai respeitar esta escolha: grades de meia hora = mais comédia do que drama; grades de uma hora = mais drama do que comédia.


- Digital / Streaming: Aqui rola uma confusão. Os dois termos podem significar ou uma série pensada para ser digital, e portanto com duração menor (H+, as séries do Youtube Red), o que a gente conhece como webserie, ou então pode se tratar de canal de distribuição. Você pode ter, por exemplo, um TV Drama pensado para Premium TV, mas com distribuição via digital ou streaming.


- 10x10: séries, geralmente digitais, de duração menor. O 10x10 é uma referência, dez episódios de 10 minutos.


- Non Scripted: Tudo o que não tem diálogo escrito: variedades, reality TV, game shows etc.


- Genres: São os nossos gêneros, vamos a eles mais abaixo, em linhas gerais (porque subgêneros são tantos que não cabem num post).


- Action: Filmes de ação - perseguição, lutas e por aí vai. Velozes e Furiosos é o melhor exemplo.


- Adventure: São os filmes de aventura. O que marca um filme de aventura sem dúvida são as locações exóticas. É um filme de ação passado na Amazônia? Então é uma aventura.


- Western: O diferencial do western não é apenas o Velho Oeste. Antes de tudo, western trata de personagens indo até a fronteira do mundo conhecido. Grande Sertão: Veredas é uma série Western, e se fosse transformado num filme também seria um Western. The Revenant, para mim, é um Western. O termo, obviamente, vem dos filmes que falavam sobre a ocupação da fronteira final dos EUA, o meio-oeste.


- Comedy, Drama, Horror, Thriller: Não preciso detalhar muito isso, né? A maioria sabe, de forma intrínseca, o que é um filme de drama, um filme de horror ou terror, um thriller (suspense) e uma comédia. Poderia falar um pouco mais sobre a diferença entre horror e suspense, mas isso fica para outro post.


- Sci Fi / Fantasy: Filmes que tratam de mundos irreais. O sci fi é mais baseado em avanços da ciência, hipoteticamente são mais calçados no desenvolvimento científico. Já a fantasia é mais voltada ao mundo da magia. No geral, são tratadas da mesma forma pelas produtoras porque o público-alvo tende a se sobrepor.


- Indie: São filmes independentes. Mas o termo também te permite de cara direcionar o conteúdo: são filmes de 90 minutos (porque são mais baratos e tempo de tela é igual a custo, por isso são mais curtos), de baixo orçamento, geralmente são dramas ou comédias e são focados no desenvolvimento das personagens, seu mundo interior - Juno, Little Miss Sunshine, Easy Rider.


- Period Piece: Serve para filme ou para TV, para indicar um projeto que foca num determinado período de tempo. Filmes da segunda guerra mundial são Period Pieces.


- Animation: Filmes de animação, de qualquer gênero. Geralmente são family movies, mas Akira, por exemplo, era um Sci Fi Animation. Simpsons é adult animation.


- Family Movie / Film / Show: O nome já diz: projetos leves, feitos para serem consumidos por toda a família - Esqueceram de Mim, Miss Simpatia.


- Musicals: São os musicais. Também têm várias especificidades do gênero, cabe um artigo em separado.


- Faith Based: O novo filão de Hollywood e daqui também, basta ver o sucesso de A Cabana, Nosso Lar, A Paixão de Cristo. É exatamente isso: filmes ou séries baseados na fé, para falar com públicos de religiões específicas ou pessoas espiritualizadas.


- Modifiers: São outras palavras que modificam os gêneros mais comuns e aumentam a compreensão do que se busca. Podem ser target specifics (voltadas à audiência), como Millenial Driven (voltada para os millenials ou geração Y), Afroamerican (voltada à população negra) etc., podem ser relacionadas à estória, como female driven (a protagonista tem que ser mulher e pode ou não tratar de temas femininos), ou ainda pode ser uma mistura dos dois, como os filmes LGTBQ, que geralmente trazem protagonistas LGBTQ e também tratam deste tema na trama.


- Urban Projects: Filmes ou séries voltados à comunidade negra e tendo a cidade grande como cenário.


- Limited Series ou Mini Series: Uma série limitada a uma quantidade específica de episódios porque seu tema se esgota: Band of Brothers é um bom exemplo. São as nossas minisséries.