Buscar

10 mandamentos do roteirista para ter trampo a vida toda

Atualizado: 30 de Mar de 2018

Vender seu primeiro roteiro é ótimo, mas continuar sendo contratado para escrever é uma arte que exige sacrifícios e garganta de ferro



Estes são os dez mandamentos do roteirista que quer ter trabalho por toda a vida:


1. Nunca fure um prazo


Se a produtora te exigir um prazo que vc não conseguirá cumprir, seja sincero e diga que não dá conta. Uma produtora perdoa um roteirista bom, mas lento, desde que ele seja honesto. Mas nunca perdoa um cara que fura o prometido.


2. Jamais fale mal publicamente dos trabalhos dos outros


Ainda mais se você não está estabelecido ainda. O meio é miúdo, um produto ruim tem o dedo de muita gente, ninguém é obrigado a acertar sempre e pode ser que o produtor daquele filme que vc detonou no Facebook vire o diretor artístico da HBO amanhã.


3. Nunca entregue um tratamento ruim


Mesmo que a pressão seja muita, não entregue um produto que não reflita o seu melhor.


4. Guarde seus melhores projetos para seus melhores parceiros


Faça uma hierarquia das produtoras parceiras e reserve seus melhores projetos para que os primeiros da lista deem uma olhada antes dos outros. Eles vão agradecer a deferência.


5. Contrato bom é maneiro para todos, e não só para você


Brigue para que seus contratos resguardem seus interesses, mas não seja draconiano. Negócio tem que ser bom para todos, e não só pra você. Até porque no início você provavelmente é o elo mais fraco da corrente e ser pentelho nessa hora atrapalha por toda a vida.


6. Nunca, jamais seja desonesto ou cachorro


Desonestidade é caixão e vela preta. Não seja cachorro com ninguém.


7. Nunca entregue um projeto na mão de uma produtora ou canal sem ter a mais absoluta certeza de que os dois têm o mesmo DNA


Tem muito roteirista que reclama porque é tungado sempre pelas produtoras e canais, mas não percebe que seu projeto é inadequado para o player com quem negocia. Use a internet e conheça a produtora/canal com quem você está negociando e não leve seu drama pesadíssimo para aquela produtora que só faz comédia.


8. Sempre ofereça seu conhecimento


Compartilhar com quem está começando e até mesmo com quem já está consolidado é essencial. A lei do retorno é forte nesse meio.


9. Não seja mala


O timing de fechamento de um projeto é em média de um ano a dois. Um e-mail por mês pra mostrar que ainda está vivo já basta, ligações incessantes te queimam.


10. NUNCA, JAMAIS SE FAÇA DE VÍTIMA DO SISTEMA


Isso é um saco. A culpa da sua vitória ou do seu fracasso é sua e de mais ninguém.


Quer saber mais? Não deixe de ler estes posts:


- Livros que todo roteirista deve ler (essencial para iniciantes!);

- Como se tornar um roteirista (para quem quer fazer transição de um hobbie para uma profissão);

- 10 Dicas para aguçar a criatividade (travou? bloqueio criativo não é desculpa, veja como se livrar desse impasse).


Acompanhe todos os posts do blog aqui.


E, finalmente, encontre aqui material de estudo para sempre se qualificar cada vez mais (exige cadastro).